quinta-feira, 17 de setembro de 2020

SURTO DE COVID-19 COMPROMETE SOCORRO EM SETÚBAL

 

Os Bombeiros Sapadores de Setúbal estão em risco de não conseguir prestar socorro ao município de Setúbal por falta de operacionais. Em causa, um surto de Covid-19 na corporação que já atingiu 7 operacionais, dos quais 1 está internado no Hospital de São Bernardo, em Setúbal, desde dia 14 de Setembro. Os restantes encontram-se, neste momento, em quarentena profilática.

A situação está a evoluir desde dia 11 de setembro. Todos os elementos que telefonaram e solicitaram esclarecimentos à saúde 24 foram aconselhados a permanecer em casa. Os restantes elementos, que continuam ao serviço, não solicitaram diretrizes à DGS, com receio que o socorro colapsa-se.

Perante esta redução do número de efetivos, o socorro aos munícipes de Setúbal está condicionado e limitado, uma vez que o número de elementos estipulado por turno pela Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal (CBSS) é de 18. 

Neste momento, e mesmo com turnos a funcionar com 11 elementos (alguns com limitações físicas), nada foi alterado por parte do Comando para assegurar o socorro, bem como a segurança de quem o presta. Até à data, não foi implementado nenhuma alteração ao plano de contingência, ou medidas de respostas.

O Sindicato Nacional de Bombeiros Saparadores (SNBS) tem acompanhado a situação e já pediu esclarecimentos ao Comando CBSS e à Câmara Municipal de Setúbal, mas não obteve resposta.
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Publicar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only