sexta-feira, 10 de abril de 2020

DÁDIVA DE SANGUE NA VOZ DO ALENTEJO: PARTICIPE!


A altura que todos vivemos leva-nos a realizar fora de casa apenas as actividades mais básicas. É este o pedido feito pela Direcção Geral de Saúde, pelo Governo e pelas restantes entidades oficiais de saúde e segurança nacionais.

Uma das iniciativas que não pode parar, para se poder continuar a salvar vidas, é a dádiva de sangue. É por este motivo que o Grupo Folclórico e Humanitário do Concelho de Sesimbra promove mais uma recolha de sangue na sede do Centro Cultural, Social e Recreativo "A Voz do Alentejo". Este Sábado, dia 11 de Abril, entre as 15H e as 19H passe pela R. Sr. das Chagas, lote 808, na Quinta do Conde a faça uma boa acção neste estado de emergência: dê sangue a quem mais precisa!

Este é uma iniciativa promovida em estreita colaboração com o Instituto Português do Sangue e acontece porque continua a necessidade de dadores de sangue, pois os doentes continuam a chegar aos hospitais quer por situações de urgência, quer por doenças crónicas que necessitam de suporte transfusional.

Tendo em conta a situação que vivemos, é importante que saiba desde já que serão também reforçadas as medidas de prevenção para que todos possam vir dar sangue:

- Médico para avaliar a temperatura a todos os candidatos a dadores previamente à inscrição (se a temperatura for superior a 37,5º, o potencial candidato não será aceite);
- Informações dos critérios de elegibilidade na entrada da sessão de colheita;
- Informações sobre o distanciamento de segurança (2 metros) entre os presentes;
- Solução antisética de base alcoólica para higienização das mãos e toalhetes para desinfecção das superfícies;
- Um máximo de 10 pessoas dentro do salão;
- Proibida a entrada de acompanhantes (evite levar crianças, jovens e principalmente idosos);
- Batas descartáveis, luvas e máscaras para os profissionais;
- Sala de isolamento caso surja alguma intercorrência (com cadeiras, kit de águas e alimentos, contentor de resíduos, álcool, luvas e máscara, termómetro, casa de banho e janelas);
- Declaração carimbada pelo IPST para efeitos de deslocação a todos os potenciais Dadores e Dirigentes da nossa Associação.

Sobre o Decreto do Presidente da República sobre o Estado de Emergência, é importante saber que, ao abrigo do artº 5º, nº 1, alínea d), "OS DADORES DE SANGUE NÃO ESTÃO ABRANGIDOS PELO DEVER GERAL DE RECOLHIMENTO DOMICILIÁRIO, AQUANDO DAS SUAS DESLOCAÇÕES AOS LOCAIS DA DÁDIVA DE SANGUE".

Se é da Quinta do Conde ou perto, participe nesta iniciativa!
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Enviar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only