ads

Slider[Style1]

publicidade

Style2

publicidade

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

publicidade

Style4



clica e ouve as entrevistas e emissões já realizadas na tua rádio 

Style5

PASSE PARA TODA A ÁREA METROPOLITANA VAI CUSTAR 40 EUROS A PARTIR DE ABRIL





A partir de abril de 2019, vai ser possível viajar em toda a rede de transportes públicos – rodoviário, fluvial, ferroviário e metropolitano - dos 18 municípios da Área Metropolitana de Lisboa (AML) com um passe que terá um valor único de 40 euros. Para trajetos no interior de cada concelho, esse título de transporte terá um valor de 30 euros. Até aos 12 anos, qualquer um destes passes será gratuito. Existirá um passe família no valor de 80 euros, o que significa que apenas dois elementos do agregado familiar pagarão passe, para os restantes, será gratuito.

Estas são as principais medidas que resultam da criação da TML - Transportes Metropolitanos de Lisboa, empresa local (metropolitana), aprovada na reunião de 17 de outubro do Conselho Metropolitano de Lisboa, com o objetivo de disponibilizar uma plataforma tecnológica de bilhética comum a todos os operadores de transportes e mobilidade, rumo a um sistema de bilhética único.

Foi aprovada também a utilização de uma marca exclusiva para todos os serviços públicos de transporte rodoviário de passageiros, de âmbito municipal e intermunicipal da AML. Em 2020 a operação vai incluir o aumento da oferta ao nível da rede e a reabilitação do material circulante.

Todas estas medidas são fruto de reivindicações da Área Metropolitana de Lisboa, de que resultará a obtenção de financiamento em sede de Orçamento do Estado para 2019, e só são possíveis com um forte investimento direto dos 18 municípios que a compõem, entre os quais o município de Sesimbra, que teve uma participação muito ativa na solução, e vai comparticipar anualmente com cerca de um milhão de euros.

Este valor é plenamente justificado pelas vantagens que a entrada em vigor do plano terá para muitas famílias do concelho, que diariamente se deslocam de transportes públicos no concelho ou para outros concelhos, em especial para Lisboa, e que têm, atualmente encargos financeiros muito pesados com os transportes.

Para além disso, com uma redução tão significativa dos valores dos títulos de transporte, com a integração dos vários operadores e com o posterior reforço da rede e dos equipamentos, o transporte público vai voltar a ser uma opção para muitos utilizadores de viatura própria, o que terá um grande impacto ambiental e na mobilidade urbana.

Fonte: Câmara Municipal de Sesimbra

Partilhe connosco o seu comentário! A sua opinião é importante para nós...

Partilhe com os seus amigos

«
Seguinte
Mensagem mais recente
»
Anterior
Mensagem antiga