ads

Slider[Style1]




clica e ouve as entrevistas e emissões já realizadas na tua rádio 

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5

Chega o Verão e com ele chegam também "OS QUATRO E MEIA" com o seu novo single, “Sentir o Sol”, com os primeiros acordes para um despertar da rotina. Nunca sentiram aquela vontade de largar tudo e sair a correr para a rua? Esta música pretende espicaçar essa vontade e acalenta o desejo de liberdade, de sair a correr de braços abertos para a rua, para aproveitar e sentir na pele o melhor desta estação.

“Sentir o Sol” é alegria, contemplação, liberdade e gratidão. Fala sobre o privilégio de gozar os benefícios de viver a 150 milhões de quilómetros da estrela mais generosa que conhecemos.

“Sentir o Sol” faz parte do primeiro álbum da banda, intitulado “Pontos nos Is”. Actualmente com seis elementos – João Cristóvão Rodrigues (violino e bandolim), Mário Ferreira (acordeão e voz), Pedro Figueiredo (Percussão), Ricardo Liz Almeida (guitarra e voz), Rui Marques (contrabaixo) e Tiago Nogueira (guitarra e voz), OS QUATRO E MEIA procuram, de uma forma descontraída e bem-disposta, conferir novos olhares e sonoridades na composição de canções feitas na língua de Camões. Este álbum é uma das provas disso mesmo!

"Pontos nos Is" inicia-se pelo tema que lhe é homónimo e que remete para decisão e coragem, num ritmo crescente que impele o ouvinte para a frente e lembra que todos os dias são "o dia certo para avançar". Logo de seguida, a luz surge com "Sentir o Sol", numa referência clara ao prazer da contemplação do mundo que corre à frente dos nossos olhos, num ritmo frenético que nos faz querer levantar da cadeira e dançar. É nesse mesmo registo de alegre contemplação que "Chorinho" mostra como também há algo de brasileiro neste álbum, narrando a história de alguém que não merecia que lhe lançassem uma macumba. "P'rá Frente É Que É Lisboa" é, provavelmente, o tema mais conhecido do público afecto ao grupo e desafia-nos a ser felizes sem medida. As brincadeiras de criança surgem com "Meu Amigo, Que Saudades De Te Ver", onde levamos uma injecção de revivalismo ao qual não é alheia uma certa musicalidade a fazer lembrar a banda sonora de um qualquer filme infantil. "Já Estou de Regresso, Amor" lembra-nos de como longe e distância podem sempre ser trocados por regresso e abraços. Um dos temas mais tocantes surge na forma de homenagem à figura materna. "Minha Mãe Está Sempre Certa" sublinha de forma profunda mas, simultaneamente, suave, aquilo que todos sabemos mas não queremos admitir - que as mães têm, sem dúvida, um sexto sentido. Não será obra do acaso a inclusão sequencial de "Se Eu Pudesse Voltar" que, apesar do título, não é, de forma alguma, um tema triste, mas antes uma constatação de que podíamos sempre ter vivido mais intensamente. "Não Respondo Por Mim" é, porventura, a composição mais criativa do álbum, tratando de forma original e surpreendente um tema que é, geralmente, tudo menos divertido - o trânsito a caminho do trabalho. O momento mais introspectivo do disco surge com "Um "Sim" P'ra Regressar", onde a dactilografia compassada de uma máquina de escrever transforma uma carta em música, que vai ganhando corpo e motivação à medida que passa da folha para as cordas dos instrumentos. O tema final só poderia ser o festivo "Baile de São Simão", com ritmos tradicionais a darem o balanço que dois jovens habitantes da aldeia precisavam para serem felizes. E é muito difícil não ser feliz ao ouvir este álbum, que até termina com um foguete, como que avisando "por hoje, encerram-se as festividades, mas amanhã há mais"! E vai haver, é certo! Exactamente, com pontos de exclamação, pois o entusiasmo é contagiante e faz acreditar que Os Quatro e Meia têm muito mais por contar.

DIGRESSÃO 2017:
1 de Junho – Coimbra - Evento Privado
16 de Junho – Alter do Chão - Alter Summer Fest
31 de Julho – Mirandela - Festas Nossa Senhora do Amparo
9 de Setembro – Figueira da Foz - CAE
13 de Dezembro – Porto - Casa da Música

Estas são apenas algumas datas, em breve teremos mais para anunciar.

O primeiro single deste álbum já toca na tua rádio de todos os dias e podes também aproveitar para ouvir já aqui:

Partilhe connosco o seu comentário! A sua opinião é importante para nós...

Partilhe com os seus amigos

«
Seguinte
Mensagem mais recente
»
Anterior
Mensagem antiga